Como Funciona o Empreendedorismo Digital

empreendedorismo digital

19 out Como Funciona o Empreendedorismo Digital

Com a ascensão da banda larga, o número de pessoas que fazem o uso da internet cresce a cada ano em grande escala. Com o aumento no número de usuários foi identificada a possibilidade de fazer negócio pelo meio digital.

A internet deixou de ser um ambiente apenas informacional e abriu portas para o mercado digital, onde empreendedores passaram a enxergar grandes oportunidades de negócios. Seja pela criação de uma nova marca ou para a expansão de uma loja física que passa a atender também de forma online, oferecendo grandes vantagens aos seus consumidores.

A definição de empreendedorismo digital está no desenvolvimento de um modelo de negócios a fim de ofertar produtos e serviços a partir de um meio digital para obtenção de lucros.

Exemplo de grandes empresas exclusivamente virtuais no mercado digital: Netshoes, Submarino, Amazon.

E também temos exemplos de grandes empresas que já atendiam em lojas físicas e para acompanhar o mercado, também passaram a atender pelo mercado digital, são elas: Lojas Americanas, Magazine e Luiza, Casas Bahia, Ponto Frio (um dos maiores cases de sucesso hoje no marketing digital), e a lista continua.

As lojas online possibilitaram a quebra de fronteiras. Diferente de um negócio físico, as lojas virtuais têm o poder de atender consumidores de todo o país e do mundo, expandido assim o número consumidores em potencial.

Outra grande vantagem é a redução de custos, uma loja física tem gastos como o aluguel, luz, água, maior número de funcionários, enquanto isso, lojas virtuais não possuem esses custos ou os apresentam em escala reduzida.

No Brasil, apenas no primeiro semestre de 2016, 23,1 milhões de consumidores realizaram pelo menos uma compra virtual, o que representa o aumento de 31% se comparado com 2015. Esse dado mostra o fortalecido da migração das vendas do varejo físico para o canal online.

O Ebit, empresa responsável pela certificação do comércio eletrônico, disponibiliza o Webshoppers, um relatório anual detalhado sobre o cenário do comércio eletrônico com estimativas, mudanças de comportamento e preferências dos consumidores.

Existe uma infinidade de maneiras de se empreender de forma digital, as duas principais formas é ofertar produtos próprios ou vender produtos ou serviços de terceiros.

Para começar a empreender o primeiro passo é desenvolver um plano de negócios e determinar qual o público que será atendido. Identificar se realmente existe um nicho para o produto ou serviço que a sua empresa vai oferecer e se o seus consumidores em potencial estarão dispostos a pagar por eles.

As chances de sucesso são maiores quando os produtos ou serviços forem oferecidos para públicos específicos ou não atendidos pelas grandes empresas da internet, pois elas possuem maior poder de barganha e são mais difíceis de competir.

O segundo passo, para começar a empreender é escolher o meio para captação de clientes, ou seja, criar um site ou blog para receber a audiência.

A pesar de o empreendimento digital necessitar de menores custos, é necessário fazer um bom investimento no site para que ele apresente visual adequado, informações e imagens claras e apropriadas para e tenha uma boa estrutura de SEO.

É importante oferecer formas de pagamento variadas e seguras, dispor de canais de comunicação, como chat, telefone e e-mail e redes sociais, para possibilitar e facilitar o atendimento de dúvidas, solução de problemas e recebimento de sugestões.

Atenção: um dos principais erros de um empreendedor digital é ter a venda como o seu principal objetivo. No mercado digital, onde os consumidores têm maior poder de informação sobre o produto, a prioridade está em oferecer conteúdo de qualidade. É o conteúdo que vai conquistar, facilitar a decisão de compra e fidelizar o consumidor.

Uma vez que o consumidor realizou a compra e imprescindível que ele seja bem atendido para que retorne ao site e recomende a marca para amigos e conhecidos dentro e fora da internet.

É importante investir na divulgação, para que a comunicação seja bem feita é preciso conhecer bem o público alvo para escolher as mídias de divulgação. É possível optar pelas diversas mídias sociais presentes na internet, links patrocinados, e-mail marketing, banners em sites, vídeos e outras opções disponíveis no mundo online.

Para que o empreendimento continue crescendo é preciso ficar atento ao mercado, se renovar constantemente e pensar adiante – no que os internautas e consumidores irão querer nos próximos anos.

Quer saber mais? Agende uma visita, vamos adorar te receber.